[release] Folhas de Outono

A população de idosos cresce substancialmente em todo o mundo. Por que não estudar a chamada Terceira Idade sob a ótica da Doutrina Espírita?

Sinopse Por que envelhecemos?  A chamada Terceira Idade está cada vez mais presente no cotidiano global. São milhares de avôs e avós que fazem parte da vida familiar e precisam de atenção e carinho especial. Assunto ainda pouco explorado sob a ótica da Doutrina Espírita, os idosos são o foco principal desta coletânea de reflexões, que abordam o envelhecimento, a paciência, os desafios, os relacionamentos e os novos caminhos dessa fase da vida. São mensagens de alegria, otimismo e esperança que nos ensinam a valorizar cada minuto da vida, apreciar o nascer de um novo dia e meditar ao cair da noite.

Ficha Técnica Título: Folhas de Outono Autor: Lucy Dias Ramos Páginas: 200 Formato: 16×23 cm Preço: R$ 26,00 Edição: 1ª, agosto de 2012 ISBN: 978-85-7328-702-8

Entrevista – Lucy Dias Ramos

Os idosos são parte da faixa etária que mais cresce no mundo. Por que ainda existe pouco material sobre eles? Ainda existe uma concepção errônea de que não vale a pena investir nesta faixa etária, porque o idoso não viverá muito tempo. Por outro lado, já é comprovada a longevidade pelos inúmeros recursos que a Medicina tem oferecido para melhorar a qualidade de vida dos idosos, e em todos os setores de atividades existem normas e condutas que facilitam a vida de todos nós. Existem livros e revistas especializadas sobre o assunto, mas são pouco divulgadas pelos que poderiam fazer muito mais para melhoria de todos, principalmente pelos mais carentes que vivem marginalizados.

Como surgiu a ideia de montar este livro? Foi difícil associar o Espiritismo à Terceira Idade? Sempre me interessei por pessoas mais velhas, talvez porque não tive avós, tendo todos eles falecido antes que eu nascesse. Aproximava-me de idosos para compensar esta carência, que afinal foi muito importante em minha vida. Aprendi muito com todos eles. O livro surgiu depois de mais de duas décadas trabalhando semanalmente com um Grupo da Terceira Idade, na Casa Espírita. A experiência enriqueceu minha vida, e os benefícios assimilados incentivaram-me a escrever e repassar estes valores para os que desejam trabalhar ou já militam nesta área. A integração do idoso na casa espírita é motivo de prazer, porque ele se sente valorizado, útil, e eleva sua autoestima. Já havia trabalhado com o jovem e a criança espírita, por que não também com o idoso? Tem sido uma experiência enriquecedora para toda a equipe que trabalha comigo.

O que podemos esperar de Folhas de Outono? Sempre escrevo com o intuito de ajudar as pessoas, partindo de minhas vivências e superações. Se consegui vencer obstáculos, desafios e enfrentamentos difíceis, acredito que os outros também poderão, seguindo as lições edificantes da Doutrina Espírita e as consolações que o Evangelho de Jesus nos concede. Procuro abordar neste livro assuntos inerentes à terceira idade, como o idoso na família, a coragem de envelhecer, os relacionamentos conflitantes, refazendo planos e caminhos, o medo da morte, as causas do envelhecimento, a solidão, a liberdade, o bem-estar na aposentadoria e assuntos relacionados com os cuidados e a profilaxia para manter a saúde equilibrada. Procuro, principalmente, mostrar o sentido da vida e como podemos viver bem na terceira idade, vencendo as limitações naturais desta fase existencial.

A autora Natural de Rio Novo (MG), Lucy Dias Ramos é formada em Administração Hospitalar e Ciências Sociais. Nascida em lar espírita, no ano de 1935, conviveu desde cedo com a Doutrina e seus preceitos. Começou a escrever artigos espíritas na década de 1970 e, desde então, foi colaboradora de jornais e revistas, além de autora de vários livros do gênero, quatro deles lançados pela FEB Editora. Aposentada, viúva e mãe de seis filhos, Lucy mora atualmente na cidade de Juiz de Fora (MG), onde frequenta há 48 anos o mesmo centro, denominado Casa Espírita. Desenvolve várias atividades nesta instituição e em outras, divulgando o Espiritismo e participando do Movimento Espírita.