Edição histórica será lançada em comemoração aos 150 anos

Em 2014 são comemorados os 150 anos de lançamento de O evangelho segundo o espiritismo. Contendo o conjunto de ensinamentos transmitidos por Espíritos Superiores, ela é o roteiro para a reforma íntima guiada por Jesus para se alcançar a paz interior.

Especialmente neste mês de abril, a FEB Editora lança uma edição histórica para celebrar esta data. A edição bilíngue traz a versão primeira da edição francesa da Imitação do evangelho segundo o espiritismo, tal como surgiu em Paris em abril de 1864, bem como sua tradução integral em nossa língua. A intenção é de que os leitores possam conferir as diferenças existentes entre o texto primitivo e o da 3ª edição da obra, publicada em 1866, revista, corrigida e modificada por Allan Kardec sob o título de O evangelho segundo o espiritismo, versão que hoje utilizamos.

Com a publicação deste livro, a Federação Espírita Brasileira presta homenagem ao sesquicentenário de seu lançamento, na expectativa de que as atuais e futuras gerações possam acompanhar, passo a passo, o cuidado de Allan Kardec na sistematização e aperfeiçoamento de suas obras, assistido, como sempre, pelos demais Espíritos da Codificação Espírita, tendo à frente o Espírito de Verdade.

Sobre o Autor

Hippolyte Léon Denizard Rivail nasceu em Lyon, França, em 1804. Seus estudos com Johann Heinrich Pestalozzi (1746–1827) o converteram em um destacado professor e pedagogo. Linguista, com domínio de vários idiomas, exerceu grande influência sobre a reforma do ensino na França e na Alemanha, no século XIX.

O fenômeno das mesas girantes, que agitou a Europa no meado do século XIX, despertou o interesse do notável professor, que começou a estudar esses casos, aplicando o método experimental. Nunca formulou teorias preconcebidas; observava, comparava e deduzia, buscando sempre a razão e a lógica dos fatos. Interrogou, anotou e ordenou os dados, sendo por isso chamado o Codificador do Espiritismo.

Como seus estudos abrangeram as proporções de uma doutrina, decidiu publicar O livro dos espíritos, em 18 de abril de 1857, quando adotou o pseudônimo de Allan Kardec.

Allan Kardec desencarnou em Paris, em 31 de março de 1869. Seu túmulo, no Cemitério de Père-Lachaise, em Paris, é um dos mais floridos e visitados por pessoas de todas as partes do mundo.

Allan Kardec é o autor francês mais lido no Brasil. Seus livros já venderam mais de 25 milhões de exemplares, e a cada ano são realizados, em todo o mundo, centenas de eventos para estudar e divulgar suas obras.

Seus trabalhos inspiram uma grande rede de solidariedade social e são a base de um mercado editorial de mais de 5 mil títulos, 100 milhões de livros vendidos e de produtos como DVDs, CDs, peças de teatro, novelas e filmes.

Livro disponível aqui.