William Crookes

William Crookes nasceu em Londres, Inglaterra, no dia 17 de junho de 1832. Além de respeitado cientista químico, Crookes é mencionado como um dos mais persistentes e corajosos pesquisadores dos fenômenos supranormais, desenvolvendo importante trabalho na área da fenomenologia espírita. Dotado de invejável fibra de investigador, acabou por pesquisar os fenômenos mediúnicos, a princípio, para demonstrar o erro em que incidiam os ditos “médiuns” e todos aqueles que acreditavam em suas “mediunidades”. As experiências mediúnicas mais notáveis do cientista foram realizadas por meio da médium Florence Cook em abril de 1872, quando obteve as materializações do Espírito de Katie King, fato que abalou o mundo científico da época. Na obra Fatos Espíritas, William Crookes faz um relato completo de todas as experiências realizadas com o Espírito materializado de Katie King, que não deixa dúvida quanto ao poder extraordinário que possui o Espírito de dar a forma desejada, utilizando a matéria física. O autor e cientista desencarnou em 4 de abril de 1919, em Londres, Inglaterra.