Leon Nikolaievich Tolstói

De família nobre, descendente de senhores feudais, Leon Nikolaievich Tolstói nasceu em 28 de agosto de 1828, na Rússia, e desencarnou em 7 de novembro de 1910. Entre 1851 e 1856, fascinado com as aventuras que o irmão militar vivera no Cáucaso, resolveu partir para a batalha, conquistando respeito e admiração dos companheiros. Data dessa época a publicação de duas de suas primeiras obras: Infância, relato autobiográfico de sua meninice, e Relatos de Sebastopol. A partir de então, Tolstói começou a ser admirado e reconhecido como escritor. De 1863 a 1869, ajudado pela esposa, Sofia Andrieivna, escreveu Guerra e paz, romance em que exaltava o povo russo tendo como pano de fundo as invasões napoleônicas do início do século XIX. Anna Karenina, publicado entre 1875 e 1877 no Mensageiro Russo, também agradou ao público e foi classificado como uma perfeita obra de arte. O autor era indiferente às críticas e aos elogios, suas principais preocupações estavam centradas em problemas morais e religiosos. Voltou ainda a escrever, sob insistência da esposa e de amigos; nasceu daí a obra: A morte de Ivan Ilitch, fica evidente que, para ele, a caridade é o segredo para a salvação.  Sua contribuição para a FEB Editora foi:  Ressurreição e vida.  (Fonte: Desconhecida.)