Germano (Padre )

O Espírito do Padre Germano teve como missão em sua última encarnação terrena à consolação dos humildes e oprimidos, ao mesmo tempo em que desmascarava os hipócritas e falsos religiosos da Igreja Romana. Dedicou-se em arrebanhar muitas ovelhas desgarradas, guiando-as pela senda estreita da verdadeira religião, que outra não é senão a do bem pelo bem, e amando – não só o bom, que por excepcionais virtudes merece ser amado ternamente, como também o delinquente – enfermo da alma que, em gravíssimo estado, só com amor se pode curar. Foi mais bela que porventura possa ter o homem na Terra; e visto como, ao deixar o invólucro carnal, o Espírito prossegue no espaço com os mesmos sentimentos humanos, pôde ele sentir, liberto dos seus inimigos, a mesma necessidade de amar e instruir o próximo, buscando todos os meios de completar tão nobilíssimos desejos. Sua contribuição como escritor para FEB Editora, foi com o livro: Fragmentos das Memórias do Padre Germano. (Fonte: Fragmentos das Memórias do Padre Germano. FEB.)