Almerindo Martins de Castro

Nasceu em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, em 8 de setembro de 1883. Ingressou no Espiritismo em 1927, quando residia em Belém na Pará. Homem de escolaridade reduzida nos níveis elementar e médio do ensino formal, adquiriu sua cultura e erudição à custa de grande amor ao estudo e forte inclinação literária. Após se mudar para o Rio de Janeiro, passou a engajar-se na difusão da Doutrina Espírita como: conferencista, articulista da revista Reformador e escritor. Entre seus livros destacam-se: Antônio de Pádua e O Martírio dos Suicidas. Colaborou também na elaboração das obras mediúnicas: Eça de Queiroz Póstumo e Os Funerais de Santa Fé, editadas pela FEB Editora. Traduziu as obras: Stella, Narrações do Infinito e Urânia, de Camille Flammarion; Romance de uma rainha e A vingança do judeu, de J.W. Rochester; Hipnotismo e Espiritismo, do Dr. José Lapponi e Hipnotismo e mediunidade, de César Lombroso, todas pertencentes ao acervo editorial da Federação Espírita Brasileira. Desencarnou às vésperas de completar a idade de 104 anos, em 17 de maio de 1987. (Fonte: CASTRO, Almerindo Martins de. Antônio de Pádua.)